Jovens vereadores realizam primeira sessão ordinária na Câmara de Araranguá

Aconteceu na noite desta terça-feira (19) a primeira sessão ordinária do projeto Câmara Jovem. A iniciativa do projeto é do presidente, vereador Jair Anastácio (PT), e visa proporcionar aos estudantes uma experiência como vereadores do município de Araranguá. As sessões acontecerão uma vez por mês.

A primeira sessão foi presidida pela presidente eleita da mesa diretora, Marina Fernandes, estudante da Escola de Educação Básica Castro Alves. Foram apresentadas indicações, além de requerimentos, pedidos de informação, projetos de lei e anteprojetos, sendo que cada aluno explanou sobre as realidades apresentadas.

Foi apresentado um de autoria da jovem vereadora Juliane de Bem Vieira, estudante da Almerindo Manoel da Luz, do bairro Campo Verde, em que propõe que as escolas da rede pública e privada realizem ações e campanhas educativas periódicas voltadas à importância da higiene pessoal dos alunos regularmente matriculados no ensino fundamental. 

Além dos anteprojetos, a vereadora jovem, Ana Júlia Kurtz, estudante da Escola Professora Maria Garcia Pessi, apresentou projeto com ênfase no diagnóstico do autismo. “Esse projeto de lei determina a adoção de instrumentos de triagem de desenvolvimento infantil, IRDI aplicável em crianças possibilitando um rastreio do Transtorno de Espectro do Autismo. Ele será aplicado nas Unidades de Saúde de Araranguá”, defendeu Ana Júlia.

Foram apresentadas ainda indicações, entre elas, pedidos de lombadas e abrigos de ônibus em frente aos educandários, pavimentação de vias, além de reforma ou aquisição de novas cadeiras para escolas municipais.

As indicações, projetos, e anteprojetos, para oficialização dos pedidos, serão apresentados pelos vereadores padrinhos dos jovens em uma das sessões ordinárias do Poder Legislativo Municipal, que seguirão para o Paço Municipal.


Categoria:Exemplo de categoria