Luciano Pires propõe mês de conscientização sobre suicídio e doação de órgãos



O vereador Luciano Pires (Podemos) aprovou na sessão desta quarta-feira (08) um projeto de lei que institui o “Setembro Amarelo e Verde”, em Araranguá, que visa ajudar na prevenção ao suicídio e enfatizar a importância da doação de órgãos.
O objetivo é que a cidade vivencie um mês de prevenção e combate ao suicídio, bem como, que Setembro se torne propicio para divulgação sobre a doação de órgãos e tecidos. A ideia é que o município realize ações, por meio de programas e projetos das pastas que compõem o Executivo Municipal.
Para o vereador, o suicídio ainda é um tabu, mas é um assunto que merece atenção. “Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o suicídio mata mais brasileiros do que doenças como a AIDS e o Câncer. No dia 10 de setembro, é o dia mundial de prevenção do suicídio e queremos instituir um mês de conscientização sobre o tema”, disse.
Ele ainda salientou que dia 27 Setembro é o dia nacional de doação de órgãos e tecidos. “Hoje um único doador pode ajudar mais de 50 pessoas com a doação de órgãos, ossos e tecidos e queremos enfatizar esse gesto solidário em nossa cidade”, reforçou.
O projeto segue para a sanção ou veto do prefeito de Araranguá Cesar Cesa.
Categoria:Exemplo de categoria