Estiagem em SC: Epagri divulga manejos recomendados para diminuir prejuízos nos cultivos

A Epagri divulga medidas para que os agricultores possam enfrentar a estiagem em Santa Catarina, que persiste desde 2019, principalmente na região Oeste. A falta de chuva vem impactando os rios catarinenses: das 34 estações hidrológicas de monitoramento de nível de rios da Epagri/Ciram no estado, 20 apresentam situação de estiagem. Segundo o meteorologista Clóvis Corrêa, a previsão para os meses de maio, junho e julho é de chuva abaixo da média histórica devido à atuação do fenômeno La Niña.

O gerente de extensão rural e pesqueira da Epagri, Darlan R. Marchesi, ressalta que a Empresa, além de desenvolver tecnologias que auxiliam os agricultores, também operacionaliza Políticas Públicas disponibilizadas pela Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural. Iniciativas que possibilitam investimentos nas propriedades para mitigar a restrição hídrica em cultivos agrícolas e produções pecuárias. Confira a seguir as indicações importantes da Epagri que podem ser adotadas para enfrentar a estiagem na área rural.


Orientações básicas

– Procure apoio nos escritórios municipais da Epagri. Os técnicos estão preparados para orientar em práticas, tecnologias e políticas públicas.

– Acompanhe as previsões metereológicas da Epagri/Ciram.

– Sempre que possível, faça o planejamento para enfrentar a estiagem: implante e ou amplie a capacidade de reservas de água no solo e em cisternas.

– Invista em reservatórios dimensionados para maior disponibilidade, principalmente onde há produção animal.

– Poços artesianos podem ser opções complementares, mas é importante sempre procurar profissionais habilitados e critérios técnicos.


Práticas estruturantes

– Implante e/ou amplie a capacidade de reserva de água na propriedade.

– Capte a água da chuva para armazenar no próprio solo, mas também em reservatórios e cisternas. Conheça o Kit Solo Saudável e o programa Cultivando água e protegendo o solo. Essas políticas públicas fornecem subsídios aos agricultores com enquadramento para aquisição de sementes de adubos verdes, proteção e recuperação de nascentes, terraceamento, cobertura do solo e armazenamento de água.

– Proteja as nascentes e, se viável, utilize a proteção de Fonte Modelo Caxambu, de baixo custo e alta eficiência.

– Faça avaliação da qualidade do solo em profundidade: perfil cultural. Se necessário, em caso de compactação e adensamento, escarifique e implante imediatamente culturas com sistema radicular bem desenvolvido.

– Faça análise química e física do solo, corrija a fertilidade do solo.

– Utilize sistema de rotação de culturas, com plantas de cobertura do solo e Semeadura Direta.

– Implante práticas mecânicas de conservação do solo e da água como: terraços e curvas de nível.

Categoria:Exemplo de categoria