Unesc celebra 141 anos de Criciúma, a cidade que cresceu junto à Universidade

Na Unesc o resgate da história e a valorização das origens é uma constante. Além de reverenciar aqueles que há 52 anos iniciaram a criação da instituição que hoje é referência nacional e internacional, a Universidade faz questão de enaltecer a cidade na qual é situada e com a qual cresce lado a lado desde sua fundação.

Criada em 1968 como Fundação Educacional de Criciúma (Fucri) e idealizada pelo ex-prefeito de Criciúma, o engenheiro Ruy Hülse, a Instituição tornou-se oficialmente a Universidade do Extremo Sul Catarinense em 3 de junho de 1997. O que no início surgiu para atender a demanda de qualificação profissional para a região transformou-se em uma Universidade que ultrapassa fronteiras, que leva e traz o conhecimento de todo o mundo para dentro de seu campus e, com isso, produz desenvolvimento.

A materialização da contribuição que a Universidade vem dando à cidade, para a reitora Luciane Bisognin Ceretta, se apresenta a cada dia, no contato da Instituição com a comunidade, seja em projetos de extensão, pelas milhares de pessoas que transitam pelo campus ou ainda nos valores da Universidade multiplicada em egressos que estão por todos os lados, nas mais diferentes áreas do conhecimento, e fazendo a diferença em seus locais de atuação.

"A Unesc se faz presente na vida da região Sul catarinense, protagonizando a formação acadêmica de excelência, com seus egressos presentes em todas as áreas do conhecimento e respondendo, portanto, ao desenvolvimento. Seus projetos são transformadores e contribuem de forma determinante com o cuidado da vida, o desenvolvimento econômico, a formação de professores, a transformação dos cenários e da vida nas comunidades, a inovação e a tecnologia, o meio ambiente e a cidadania, a arte e a cultura”, salienta Luciane.

O crescimento e o desenvolvimento da cidade de Criciúma nos últimos 52 anos, de acordo com a reitora, tem como um de seus fatores a presença de uma universidade comunitária de grande reconhecimento nacional e internacional. “A presença de uma Universidade que reúne grandes professores e pesquisadores, além de um grupo de colaboradores muito diferenciados que acolhem e ajudam a construir os projetos de futuro por meio dos nossos estudantes”, acrescenta.

Atualmente a Unesc conta com mais 36 mil egressos distribuídos por toda a região, pelo país e pelo mundo. A partir desse número, conforme a reitora, é possível mensurar minimamente o impacto da formação acadêmica na vida de toda uma comunidade. “Olhar para a história da Unesc e refletir sobre essas quase 50 mil pessoas que foram certamente transformadas a partir da passagem pela Universidade é ver que todo o empenho vale a pena. Hoje elas estão nas cidades fazendo a diferença para as outras pessoas e construindo seus projetos de vida. Essa história só é possível graças ao esforço e à determinação de muitos que me antecederam e de todos que hoje seguem construindo a nossa grande Unesc”, acrescenta.


Categoria:Exemplo de categoria