Extremo Sul é uma das 15 regiões em estado gravíssimo

Na quarta-feira, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, divulgou a nova classificação da Matriz de Risco, que coloca 15 das 16 regiões de saúde em alerta gravíssimo. Apenas o Extremo Oeste segue em nível grave. Em relação à última semana, subiram de nível as regiões do Alto Uruguai e Foz do Rio Itajaí. A taxa de transmissibilidade apresenta-se como gravíssima em 14 regiões.

Ainda de acordo com a Matriz, apenas as regiões do Planalto Norte e Extremos Oeste não tiveram um aumento no número de óbitos. No índice de capacidade de atenção, que mede a taxa de ocupação de UTIs, vale destacar a elevação da região da Foz do Rio Itajaí, que na última semana estava como moderado (cor azul) e agora encontra-se no nível gravíssimo (cor vermelha). Santa Catarina tem 378.621 casos confirmados de Covid-19. Desses, 341.732 são considerados recuperados e 33.034 continuam em acompanhamento. O dado foi divulgado nesta quarta-feira, 2. A doença respiratória causou 3.855 óbitos no estado desde o início da pandemia. A taxa de letalidade é de 1,02%. 

Já foram confirmados casos em todos os 295 municípios catarinenses e 243 cidades registraram pelo menos um óbito. Estima-se que haja casos ativos em 282 cidades. Dos 1.448 leitos de UTI existentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina, há 1.241 ocupados, sendo 609 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus. A ocupação é de 85,7% e há 207 leitos vagos atualmente.

De acordo com o relatório divulgado pela AMESC no dia 02 foram 246 novos casos e 4 óbitos na região. Araranguá lidera com 3746 casos, Balneário Arroio do Silva 614, Balneário Gaivota 577, Ermo 145, Jacinto Machado 479, Maracajá 412, Meleiro 546, Morro Grande 226, Passo de Torres 361, Praia Grande 337, Santa Rosa do Sul 566, São João do Sul 336, Sombrio 1053, Timbé do Sul 304 e Turvo 933, num total de 10635 casos. O número de óbitos é de 144. A taxa de ocupação dos leitos de UTI No Hospital Regional de Araranguá é de 96,77% dos 31 leitos disponíveis, restando somente 01 leito vago e são 20 leitos ocupados por pacientes de coronavírus. 

O Brasil registrou 669 mortes pela Covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 174.531 óbitos. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.436.633 brasileiros já tiveram ou têm o coronavírus, com 48.107 desses confirmados no último dia. A média móvel foi de 38.534 novos casos, sendo a maior desde 6 de setembro — quando chegou a 39.356.

Categoria:Exemplo de categoria