Depois do Ciclone Bomba, enchente castiga a região

Na semana passada ciclone extratropical causou prejuizos na região, levando abaixo casas, comércios, redes elétricas, e até mesmo uma igreja, além de atingir a agricultura da região principalmente os bananais. Agora, antes mesmo de ter sido finalizado o relatório dos prejuízos causamos pelo ciclone, as fortes chuvas de terça e quarta-feira de madruga causaram uma enchente que há muito não se via na região. Em Praia Grande, segundo a Prefeitura, em torno de  70 pessoas tiveram que ser retiradas de suas casas, por conta dos alagamentos. Segundo o Gerente Geral da Ceprag, "ainda estávamos trabalhando para recuperar as redes danificadas pelo ciclone bomba e tivemos que auxiliar a Prefeitura a retirar os flagelados". Trechos inteiros de estradas foram simplesmente levados pelas águas, agravando em muito a situação daquilo que já havia sido destruído pelo ciclone em toda a região. 

Em timbé do Sul quatro trabalhadores ficaram ilhados e precisaram ser resgatados pelo helicóptero dos bombeiros. A chuva na região aumentou rapidamente o nível do Rio Amola Faca, onde estavam as vítimas. Ninguém ficou ferido.

Em Jacinto Machado o volume de chuvas em 24 horas, segundo a Defesa Civil Estadual, foi de 164 mm no município, e os rios da Pedra, Pinheirinho e Engenho Velho, subiram rapidamente, isolando as comunidades como Tigre Preto, Linha Coelho, Costão da Pedra, Engenho Velho, Pinheirinho do Meio, Paredão, Pinheirinho Alto e Água Branca que ficaram ilhadas.

Categoria:Exemplo de categoria