Oficina gratuita dá dicas de paisagismo

O lugar que se vive pode ser transformado de forma simples e acessível. E este foi o intuito da Oficina de Paisagismo Espontâneo com Margaridas Amarelas ocorrido na Tenda Cultural Verão 2020 em Balneário Gaivota.

A Oficina de atividades paisagísticas com Margaridas Amarelas (Coreopsislanceolata) foi ministrada pela professora Jaqueline Gallina com apoio do professor Luís Fernando, em uma parceria com o Instituto Federal Catarinense de Santa Rosa do Sul (IFC). No trabalho de extensão do Museu do IFC Campus Santa Rosa do Sul apoiando a comunidade na Tenda Cultural idealizada pela Secretaria de Cultura de Balneário Gaivota, Jaqueline mostrou uma espécie que possui uma boa adaptação para paisagismo e embelezamento. Através de técnicas de reaproveitamento de itens como copo descartável, rolo de papel higiênico e até o pseudocaule da bananeira como uma floreira, a comunidade foi incentivada a tornar o ambiente ao seu entorno mais bonito.

“Uma das novidades foi este uso do pseudocaule como bandeja. Muitos descartam e pode ser uma alternativa bonita e que também segura mais a água. Também mostramos que podemos ressignificar alguns itens como o bodoque ou estilingue. Aquele objeto que antes matava aves pode auxiliar com alimento para estas, ao fazer uma ‘bomba de semente’. A bomba pode ser feita de um composto orgânico com argila e sementes para serem atiraradas na natureza para que cresçam plantas, como árvores frutíferas. É plantar uma semente do bem”, destaca Jaqueline.

Para o Prefeito em exercício, Evânio Íris Machado (Machadinho), este trabalho em prol do patrimônio cultural se faz muito importante. A parceria com o IFC prossegue neste sábado, dia 25, a partir das 17h30, com a Oficina de Extração da Fibra de Bananeira e Tear com Taboa.

Categoria:Exemplo de categoria