Nova cirurgia poderá adiar a menopausa em até 20 anos

Aumento nos riscos de doenças cardíacas e osteoporose, ondas de calor, enfim, as consequências e os sintomas da menopausa podem causar grandes transtornos à vida da mulher. Uma nova cirurgia, porém, poderia adiar por décadas os problemas ao atrasar a chegada da menopausa.

 

Operação que adia a menopausa: como é

 

Realizada por médicos da ProFam em Birmingham, Inglaterra, a cirurgia inédita que atrasa a menopausa consiste na remoção de uma parte dos ovários da mulher e, em seguida, em seu congelamento criogenicamente.

Quando a mulher se aproxima da idade da menopausa, o tecido é descongelado e reimplantado para restaurar seus hormônios. A técnica, segundo informações do site médico WebMD, pode atrasar a menopausa em até 20 anos.

A cirurgia, ainda em caráter experimental, foi feita em dez mulheres britânicas, com idades entre 22 e 36 anos. Embora seja uma descoberta notável, o procedimento ainda levanta várias questões e exige mais anos de pesquisa, pois os efeitos que a operação terá sobre as voluntárias não serão conhecidos por várias décadas.

Categoria:Exemplo de categoria